Três padres da Diocese de Vila Real na lista de abusos sexuais de menores

Os nomes de três padres da Diocese de Vila Real constam da lista elaborada pela Comissão Independente para o Estudo dos Abusos Sexuais de Crianças na Igreja em Portugal.



Em comunicado emitido, esta tarde, pela diocese, é revelado que “dois nomes reportam-se a casos já conhecidos publicamente e que tiveram, em devido tempo, o adequado tratamento civil e canónico tendo como resultado uma pena de suspensão e a dispensa do ministério”.

A Diocese de Vila Real acrescenta que “o terceiro nome refere-se a um sacerdote incardinado noutra diocese que já foi informada do caso e a quem compete tomar as medidas canónicas adequadas”. 

No entanto, segundo o comunicado, “de imediato o sacerdote foi afastado pela Diocese de Vila Real, onde reside, de toda a colaboração pastoral até a situação estar clarificada”. 

“O caso vai ser comunicado ao Ministério Público”, destaca, sublinhando ainda que o bispo diocesano decidiu “reforçar a Comissão Diocesana de Proteção de Menores e Pessoas Vulneráveis com mais pessoas de reconhecida competência”. 

Com a colaboração desta comissão que passará a ser dirigida por leigos, “a diocese pretende alargar as modalidades concretas de escuta e de apoio às vítimas”. A comissão deverá ainda elaborar um “plano de ação e um manual de boas práticas” que favoreçam uma “cultura de cuidado e respeito pelos menores e pessoas vulneráveis”.

CIR (Ansiães)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.