Jornal da Manhã de 20 de julho de 2022

A zona da terra fria do concelho de Murça foi a mais atingida pelo incêndio que lavra no concelho desde domingo | Foto: Eduardo Pinto

Destaques desta edição de notícias:

  • Portugal continental vai permanecer em situação de alerta até quinta-feira, devido ao risco de incêndio.
  • O investigador Xavier Viegas diz que está “impressionado” com todo o território queimado e destruído pelo incêndio em Murça, que se “espalhou em diferentes direções” e com “muita dificuldade de combate”. 
  • O presidente da Câmara de Murça, Mário Artur Lopes, estima que o incêndio que teve início no domingo, em Cortinhas, tenha já consumido entre cerca de 12.000 hectares nos três concelhos atingidos: Murça, Vila Pouca de Aguiar e Valpaços.
  • Um jovem de 22 anos sofreu ontem ferimentos graves depois de uma queda de cerca de 10 metros nas Sete Lagoas, em Montalegre.
  • O biogás produzido a partir de resíduos depositados em aterro sanitário entrou ontem, pela primeira vez, na rede de abastecimento em Portugal, através de um projeto inovador em curso em Mirandela.

Ouça aqui o noticiário:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.