Padre morreu em Montalegre na sequência de incêndio em casa

Padre Manuel Flores
Padre Manuel Flores morreu após incêndio no sofá de casa | Imagem: Direitos Reservados

Um padre de 86 anos morreu, na madrugada desta terça-feira, depois de se ter incendiado o sofá da sua casa, em Pedrário, freguesia de Sarraquinhos, concelho de Montalegre. 



Trata-se do padre Manuel Flores, natural daquela localidade, que foi pároco durante mais de 50 anos e que também foi professor no antigo ciclo preparatório.

De acordo com o comandante dos Bombeiros Voluntários de Montalegre, David Teixeira, “em princípio” o incêndio ocorreu “no sofá da casa”. Possivelmente, as chamas tiveram origem num “aquecedor ou outro aparelho elétrico”. 

O comandante salientou que o padre sofreu queimaduras num braço e numa perna. A morte poderá ter sido causada por “inalação de fumos”. A autópsia permitirá apurar as causas.

A GNR tomou conta da ocorrência e a Polícia Judiciária está a investigar.

O alerta foi dado por populares, cerca das 9.30 horas da manhã, que se aperceberam de fumo a sair da casa do padre. 

Quando os 11 operacionais do Bombeiros Voluntários de Montalegre chegaram ao local já nada havia a fazer para salvar o sacerdote. O incêndio só consumiu o sofá.

Rádio Ansiães

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.