PS vence PSD por 15 votos no distrito de Bragança

Reviravolta no distrito de Bragança nas eleições legislativas de 2022. O PS tornou-se, pela primeira vez, maioritário neste círculo eleitoral. Elegeu dois deputados enquanto o PSD só elegeu um.



Esta é a segunda vitória dos socialistas em eleições nacionais no distrito de Bragança, depois da maioria absoluta de José Sócrates, em 2005. Nesse ano o PS ganhou e ficou com dois deputados, os mesmo do PSD, pois nessa altura o círculo eleitoral ainda elegia quatro parlamentares.

Nas eleições de 2022, o PS venceu com 40,30% dos votos e dois deputados eleitos. O PSD ficou em segundo lugar, com um deputado eleito e 40,2% dos votos. Os socialistas tiveram apenas mais 15 votos que os sociais-democratas.

Os eleitos socialistas são dois membros do Governo que vai cessar funções: Sobrinho Teixeira, secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e do Ensino Superior, e Berta Nunes, secretária de Estado das Comunidades Portugueses.

O PSD passa a ter apenas um deputado por Bragança na Assembleia da República, mantendo-se no lugar Adão Silva, atual líder parlamentar e que já leva quase de 30 anos como deputado.

Sem deputados eleitos, o Chega ficou em terceiro lugar com 8,55% dos votos. O Bloco de Esquerda fica com 2,09%, o CDS-PP com 2,08% e todos os outros abaixo de 2%.

O PS venceu em sete dos 12 concelhos do distrito de Bragança: Alfândega da Fé, Bragança, Freixo de Espada à Cinta, Macedo de Cavaleiros, Torre de Moncorvo, Vila Flor e Vinhais.

O PSD ganhou em Carrazeda de Ansiães, Miranda do Douro, Mirandela, Mogadouro e Vimioso.

No distrito de Bragança estavam inscritos 137.572 eleitores. Votaram 47,79%. A abstenção ficou nos 52,21%.

Rádio Ansiães

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.