Douro é Património Mundial há 20 anos mas não consegue fixar mais pessoas

Alto Douro Vinhateiro é Património Mundial desde 2001 | Foto: Eduardo Pinto

O despovoamento progressivo da região do Douro é a principal preocupação do coordenador do processo de inscrição do Alto Douro Vinhateiro na lista do Património Mundial da UNESCO, cujos 20 anos se comemoram no dia 14 de dezembro.



O Douro tem cerca de 190 mil habitantes, menos 30 mil do que em 2001.

Fernando Bianchi de Aguiar lamenta que a região ainda não consiga fixar pessoas. “Um sinal que o retorno económico é pequeno. Ainda não se criaram condições para que as pessoas se fixem no Douro e encontrem aqui um trabalho digno”, disse à Lusa, acrescentando que “é um desapontamento grande”.

O aspeto positivo que Fernando Bianchi de Aguiar destaca é a visibilidade internacional que o Douro ganhou. Nota que o vinho do Porto promovia o nome da cidade do Porto, mas “não incluía a região na imagem que os consumidores tinham”. A inscrição da lista do Património Mundial “teve esse grande mérito”, sublinha.

Fernando Bianchi de Aguiar destaca ainda que a construção da barragem de Foz Tua foi o “maior erro” cometido na região do Douro nos últimos 20 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.