PJ deteve suspeita de várias burlas que vive em aldeia de Macedo de Cavaleiros

A Polícia Judiciária deteve uma mulher residente em Bornes, Macedo de Cavaleiros, por ser suspeita da prática de vários crimes de burla qualificada. Trata-se de uma agricultora divorciada de 33 anos.

No âmbito da investigação, a Polícia Judiciária apreendeu “vários documentos e objetos usados na prática dos crimes” e apurou a existência de “dezenas de vítimas a nível nacional”.

Terão sido enganadas em valor que ascende a “dezenas de milhares de euros”, entre 2014 e 2021.

Anunciando em sites e redes sociais o arrendamento de imóveis, venda de diversos artigos, veículos e animais, “a suspeita convencia as vítimas a pagarem as quantias monetárias em causa por transferência bancária e não recebiam qualquer contrapartida”.

A detida foi ouvida em tribunal e ficou obrigada a apresentar-se todos os dias no posto policial da sua área de residência e proibida de usar Internet.

Rádio Ansiães

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *