Costa anunciou investimento de 10,5 milhões em empresa do futuro em Vila Real

António Costa durante visita à Escola Secundária de São Pedro em Vila Real | Foto: Eduardo Pinto

A Continental Advanced Antenna Portugal, em Vila Real, vai desenvolver um projeto de 10,5 milhões de euros para melhorar a automatização e a digitalização. 

Fabricante de antenas para automóveis pretende ser uma empesa do futuro e gerar produtos de maior valor acrescentado.

O anúncio foi feito ontem pelo primeiro-ministro, António Costa, durante uma visita à Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Revelou que o projeto que junta à Continental mais sete entidades, três delas universidades, foi aprovado no âmbito do Programa Operacional Fatores de Competitividade (COMPETE):

Miguel Pinto, diretor-geral da Continental Advanced Antenna Portugal, que é uma das principais especialistas e fabricantes de antenas para veículos da Europa, preferiu não revelar já quantos postos de trabalho vão ser criados com o novo investimento. 

O responsável apenas disse que o mercado automóvel, sendo global, exige uma atualização constante para ser mais competitivo:

Atualmente, a Continental emprega em Vila Real 570 pessoas.

Na UTAD, Costa destacou ainda dois projetos financiados com cinco milhões de euros: o UTAD FOOD ALLIANZ, que visa a alimentação animal, e a delegação do Instituto Fraunhofer, no âmbito da agricultura de precisão e da gestão da água.

António Costa inaugurou, ontem, o investimento de três milhões de euros feito na UTAD para melhorar a eficiência energética. Foram removidos mais de 35 mil metros quadrados de fibrocimento, instalados quase mil painéis fotovoltaicos e substituída a utilização de gás natural por biomassa. Os sistemas de iluminação convencional foram trocados por tecnologia LED. As intervenções permitiram uma poupança de “50% no consumo e 70% nas emissões de carbono”. 

O primeiro ministro ainda inaugurou a requalificação da Escola Secundária de São Pedro, que custou 4,5 milhões de euros.

E foi lá que disse que tudo está a ser feito para que recomecem as aulas do ensino secundário no dia 19 de abril:

António Costa salientou que, para que isso aconteça, é preciso ter cautelas:

O primeiro-ministro anunciou ainda, para maio, um programa de recuperação de aprendizagem:

Declarações de António Costa, ontem, em Vila Real, na Escola Secundária de São Pedro, cuja remodelação custou 4,5 milhões de euros. 

Estudam lá quase mil alunos do 3º ciclo e secundário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *