Morreu ao tentar defender o filho numa rixa em Santa Marta de Penaguião

Local onde morreu Fernando Pinto, em Santa Marta de Penaguião | Foto: Eduardo Pinto

Um homem de 76 anos morreu, no dia de Páscoa, ao entrar numa rixa para acudir ao filho, Ricardo, em Santa Marta de Penaguião.

Um atraso na entrega de uma filha de Ricardo à mãe, de quem estava separado, poderá ter estado na origem da discussão seguida de pancadaria.

A vítima é Fernando Pinto, de 76 anos, que vivia em Medrões, uma freguesia do concelho de Santa Marta de Penaguião.

A autópsia deverá revelar se a morte foi provocada por uma agressão, por ataque cardíaco (dado que a vítima tinha problemas de coração), ou se a pancada desencadeou o ataque.

A Polícia Judiciária está a investigar o caso que ocorreu pouco depois das 22 horas do dia de Páscoa, na Travessa da Corredoura, na vila de Santa Marta.

Uma testemunha, que preferiu não se identificar, apercebeu-se no início da contenda quando estava a descansar no quarto, em casa. Saiu à varanda e viu “muita gente à porrada”. Apercebeu-se que Fernando Pinto “estava caído no chão” e que “aparentemente estavam a bater-lhe”. A seguiu “o senhor pôs-se em pé e entrou num carro”.

Foi chamado o 112, mas segundo a testemunha “demorou muito tempo”. Quando a equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação chegou, o homem já estava em paragem cardiorrespiratória e declarou o óbito no local.

De acordo com a mesma testemunha, Ricardo ter-se-á “atrasado um pouco na entrega à mãe da filha de ambos [com nove anos de idade] devido a um problema no carro”. Terá sido este atraso que precipitou a discussão e a pancadaria. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *