Carrazeda é o único pequeno concelho da região que mantém cursos superiores

Pedro Leite, Luís Fernandes e Ilídio Monteiro frequentam o curso de Enologia Foto: Eduardo Pinto

Carrazeda de Ansiães tem conseguido manter a funcionar cursos técnicos superiores profissionais devido à sua adaptação às necessidades do concelho e da região.

A justificação foi avançada pelo presidente do Instituto Politécnico de Bragança, Orlando Rodrigues, ontem, na abertura oficial do curso de Viticultura e Enologia:

O presidente da Câmara de Carrazeda de Ansiães, João Gonçalves, assiná-la que antes da escolha dos cursos é feita uma auscultação sobre as necessidades da região. 

Esta é uma das justificações para que Carrazeda seja o único município de pequena dimensão, na região, que tem mantido a funcionar cursos técnicos superiores profissionais do IPB. Os outros são ministrados em Bragança, Mirandela e Chaves:

Pedro Leite, de 19 anos, natural de Gondomar, é um dos alunos que está a fazer o curso de Viticultura e Enologia em Carrazeda:

Luís Fernandes é GNR em Vila Flor, mas nas horas vagas também frequenta o curso técnico superior profissional de Viticultura e Enologia em Carrazeda. É uma forma de adquirir conhecimentos para produzir uvas de melhor qualidade:

E Ilídio Monteiro, que já produz e engarrafa vinho há muitos anos e que agora também tem uma unidade de enoturismo, sentiu necessidade de saber mais:

Para além do curso técnico superior profissional em Viticultura e Enologia, também têm funcionado na antiga Escola Profissional de Ansiães, os cursos de Energias Renováveis e Instalações Elétricas, e o de Gerontologia.

Orlando Rodrigues e João Gonçalves na sala do curso de Enologia | Foto: Eduardo Pinto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *