Indivíduo que tentou matar ex-mulher em Vila Flor aguarda julgamento em prisão preventiva

O indivíduo que no sábado foi a casa da ex-mulher, em Vila Flor, e disparou vários tiros com uma arma de fogo contra a porta, supostamente com o objetivo de a matar, vai ficar a aguardar julgamento em prisão preventiva.

Foi a decisão do Tribunal de Vila Flor depois de o ouvir, segunda-feira, em primeiro interrogatório.

O homem de 66 anos foi detido pela GNR, na noite de sábado, após ter efetuado vários disparos para a porta da residência da sua ex-companheira.

O detido está indiciado dos crimes de violência doméstica, tentativa de homicídio e posse de arma ilegal.

O homem, natural de Sampaio, Vila Flor, já estava referenciado pelo crime de violência doméstica e há duas semanas tinha sido alvo de uma busca domiciliária pela GNR, que lhe apreendeu uma arma de fogo.

No sábado, por volta das 23 horas, o indivíduo deslocou-se à residência da ex-companheira, de 51 anos, supostamente com a intenção de a matar, mas a pronta intervenção de uma patrulha da GNR local, impediu os seus intentos.

O caso está entregue à Polícia Judiciária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *