Bragança é o concelho com mais covid-19 e Carrazeda e Miranda são os que têm menos

O relatório das autoridades de saúde do distrito de Bragança sobre a pandemia, até meio de quinta-feira, dava conta de mais 27 casos de infeção, sete pacientes recuperados e mais um óbito entre os utentes dos lares da Santa Casa da Misericórdia de Bragança.

O concelho brigantino continua a ser o mais atingido. Desta vez foram registados mais nove casos positivos, nas últimas 24 horas. Já o concelho de Mogadouro registou mais oito infetados, todos relacionados com uma vindima em Vilarinho dos Galegos.

Vinhais regista mais três casos positivos, enquanto Macedo de Cavaleiros, Vila Flor e Mirandela têm mais dois. Em Mirandela, há mais dois casos registados em profissionais de saúde do hospital local. O outro positivo é de Alfândega da Fé.

Entretanto, há mais sete pessoas que recuperaram da doença: dois em Bragança e outros dois Vinhais, enquanto Freixo de Espada à Cinta, Vimioso e Mirandela têm mais um recuperado.

Até ao momento, o distrito de Bragança teve 1.117 casos de infeção pelo novo coronavírus. Recuperaram 575, há 43 mortes a lamentar e restam 499 pacientes por curar.

O concelho de Bragança tem 345 casos ativos. O concelho de Mogadouro é agora o segundo mais afetado com 29. Segue-se Vimioso com 28, Macedo de Cavaleiros com 22, Freixo de Espada à Cinta tem 18, Mirandela conta com 17, Vila Flor e Alfândega da Fé somam 10 casos cada, Vinhais tem oito e Torre de Moncorvo sete, enquanto Carrazeda de Ansiães e Miranda do Douro têm uma caso ativo cada.

Os restantes três casos são importados de Lisboa, Ponte de Lima e Madrid (Espanha). As autoridades de saúde têm ainda sob vigilância ativa mais de 600 pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *