Douro vai produzir menos vinho do Porto na vindima deste ano

Foto: Eduardo Pinto


A Região Demarcada do Douro vai produzir na vindima deste ano 102 mil pipas de vinho do Porto.

O quantitativo representa menos seis milhões de euros que em 2019, ano em que foram produzidas 108 mil pipas, mas tendo em conta o cenário de crise teve o acordo das duas profissões (produção e comércio) na reunião do Conselho Interprofissional do Instituto dos Vinhos do Douro e Porto que decorreu ontem no Peso da Régua.

O presidente do IVDP, Gilberto Igrejas, esclareceu que das 102 mil pipas, 10 mil pipas vão constituir uma reserva qualitativa que terá de ser guardada pelo comércio e vendida ao longo dos próximos 10 anos (excetuando os três primeiros), consoante as necessidades do mercado:

Apesar de não se terem atingido as 108 mil pipas para que os agricultores não perdessem rendimento em relação ao ano passado, António Lencastre, presidente da Federação Renovação do Douro e vice-presidente da produção no interprofissional, sublinhou que para os dias que correm, uma quebra inferior a 6% é muito equilibrada:

E António Saraiva, vice-presidente do comércio no interprofissional e líder da Associação das Empresas de Vinho do Porto, destacou o acordo possível alcançado entre as profissões após várias horas de discussão, mas também sublinhou que o mais difícil vai ser vender:

Os representantes das profissões foram unânimes em defender uma forte promoção dos vinhos do Douro para vender mais e melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *