Covid-19 | Evacuação de lar de idosos em Vila Real durou mais de oito horas

Operação mobilizou 50 operacionais e 25 viaturas | Foto: Miguel Cabral


Durou mais de oito horas a evacuação do Lar de Nossa Senhora das Dores, em Vila Real, onde 88 utentes e funcionários testaram positivo ao novo coronavírus. 

A complexa transferência de 53 idosos infetados, mas assintomáticos, para a unidade vila-realense do Trofa Saúde Hospital, começou às 20.45 horas de sexta-feira e ficou concluída às cinco da manhã deste sábado.

A maior operação sanitária de sempre realizada no concelho, como a classificou o presidente da Câmara de Vila Real, Rui Santos, mobilizou cerca de 50 operacionais e 25 viaturas, entre bombeiros das duas corporações do concelho (Cruz Banca e Cruz Verde), PSP, Cruz Vermelha Portuguesa, Exército e Proteção Civil.

Fonte do município vila-realense explicou que a operação foi demorada devido à “necessidade de assegurar todas as condições de higiene e segurança” aos bombeiros que fizeram o transporte e aos idosos transportados.

Ontem à tarde, o presidente da Câmara de Vila Real, Rui Santos, espera que os utentes possam sair incólumes deste episódio da Covid-19, até porque a guerra contra a pandemia ainda não terminou:

Os 53 idosos do Lar de Nossa Senhora das Dores vão agora ficar durante algum tempo na unidade vila-realense do Trofa Saúde Hospital:

Ao início desta manhã começaram a sair as funcionárias da instituição, bem como os elementos do Exército, da Cruz Vermelha e as enfermeiras voluntárias que ali permaneciam. 

As trabalhadoras que testaram positivo vão para casa cumprir isolamento profilático, descansar e recuperar de uma semana angustiante, após, no passado domingo, ter sido conhecido o primeiro caso de um utente com Covid-19.

Segundo fonte da Câmara de Vila Real, este sábado entra em ação o Exército no Lar de Nossa Senhora das Dores. Vai limpar e desinfetar as instalações, preparando-as para o regresso dos seus habituais residentes.

Três utentes saíram do lar durante a tarde de sexta-feira, depois de terem testado negativo, e foram transportados, em duas ambulâncias dos bombeiros da Cruz Branca e da Cruz Verde de Vila Real, para o Hospital de Vila Nova de Gaia. Outros 11, com Covid-19, estão, desde terça-feira, no Hospital Militar do Porto.

Esta sexta-feira, 29 funcionários do lar que, por não estarem ao serviço, ainda não tinham sido testados, foram submetidos a testes por parte de uma equipa do INEM. 

Após ser conhecido o primeiro caso, no domingo, os resultados da primeira vaga de testes, conhecidos terça-feira, revelaram 13 idosos e sete funcionários infetados pelo novo coronavírus. Os da segunda foram dados a conhecer em duas prestações. Quinta-feira à noite soube-se que mais 25 (de um total de 29) testes tinham dado positivo, e, esta sexta-feira de manhã, foi feito o balanço: 99 testes realizados, com 68 utentes e 20 funcionários com Covid-19. 

Este domingo vai começar a funcionar, na cidade, o segundo centro de testes à Covid-19. O primeiro é o laboratório do Hospital de Vila Real e o segundo é um centro que resulta de uma parceria entre o Município de Vila Real e a Administração Regional de Saúde:

O segundo centro de testes à Covid-19 em Vila Real fica localizado no Centro de Formação dos Bombeiros da Cruz Verde, perto do Agrupamento de Escolas Morgado de Mateus. 

Segundo fonte da Câmara Municipal, “apenas poderão recorrer a este centro de testes as pessoas que para ele sejam encaminhadas, quer pela Linha Saúde 24, quer por indicação médica”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *