Município de Montalegre repovoa rios e ribeiros com 20 mil trutas-bebé

Amostra dos alevins libertados | Foto: Município de Montalegre


Até final do ano, os rios e ribeiros do concelho de Montalegre vão receber cerca de 20 mil alevins de trutas fário.

Foram eleitos os rios Cávado, Rabagão, Assureira e Beça, bem como os ribeiros de Sabuzedo, São Pedro (Contim), Medeiros, Peireses, Meixide, Amear, Linharelhos, Caniçó, Corva e Salto.

O presidente da Câmara, Orlando Alves, refere que se trata de uma aposta para “potenciar riqueza para o concelho, dinamizar a atividade económica, o turismo e valorizar a atividade lúdica”.

Os alevins são trutas acabadas de nascer. Para já, foram adquiridos sete mil, mas, até ao final do ano, serão, ao todo, 20 mil.

A truta fário tem a cabeça grande e boca provida de dentes cónicos e fortes. É uma espécie territorial, que vive em águas correntes, bem oxigenadas, límpidas e frias. Trata-se de uma espécie muito sensível à poluição e ao aumento da temperatura. É um predador muito voraz, que se alimenta principalmente de invertebrados, larvas, insetos aquáticos e pequenos peixes, comendo inclusive trutas de pequenas dimensões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *