Petição por selo “à cavaleiro” obrigatório no vinho do Porto

Selo “à cavaleiro” é colocado sobre a rolha, na vertical | Foto: Eduardo Pinto


O Observatório do Vinho do Porto e Douro vai lançar, esta semana, uma petição nacional para que volte a ser obrigatória a colocação do selo “à cavaleiro”, apenas, no gargalo das garrafas de vinho do Porto.



Há dois anos que o selo pode ser colocado no gargalo ou no contrarrótulo, mas o Observatório, que acaba de ser constituído, defende que só com o selo no gargalo, a cobrir a rolha, se consegue garantir a genuinidade do produto, designadamente nos mercados internacionais, e evitar que qualquer vinho licoroso possa ser vendido como Porto.

Albino Jorge, um dos dinamizadores do Observatório, salienta que tem recebido relatórios de importadores e jornalistas internacionais que estão contra aquilo que se está a passar:

A petição “Salvem a Genuinidade do Vinho do Porto e Douro!” vai começar a ser divulgada nas redes sociais, com o objetivo de obter o máximo de aderentes e dar força ao propósito de repor o selo ‘à cavaleiro’ no gargalo da garrafa.

Albino Jorge explica que o observatório visa defender os interesses dos produtores da Região Demarcada do Douro:

Para além da direção, o Observatório vai ter um conselho consultivo composto por 10 personalidades com mais de 65 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.