Notícias de Trás-os-Montes e Alto Douro | Edição da Manhã I

Destaques desta edição de notícias para ouvir:

Um homem de 69 anos morreu ontem, ao fim da tarde, na sequência do capotamento de um trator agrícola, na estrada que liga a aldeia de Mós a Foz Côa.

Um idoso de 82 anos esteve desaparecido durante quase um dia e foi encontrado ontem, aparentemente bem, num local ermo de Mirandela, tornando-se no terceiro caso em oito dias no distrito de Bragança que as autoridades resolveram com sucesso.

A GNR apreendeu ontem uma arma branca em Macedo de Cavaleiros no âmbito de um processo de violência doméstica.

A ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, afirma que inverter o declínio demográfico do interior pode demorar décadas. No entanto, diz que não vai baixar os braços, defendendo que a coesão territorial começa ao nível local.

A Câmara de Vila Real vai gastar 300 mil euros nas obras de reparação dos estragos causados no Campo do calvário pela queda de uma grua, em novembro de 2018, devido ao mau tempo.

Reconverter um eucaliptal em floresta autóctone, no concelho de Vimioso.
Objetivo do novo projeto da Associação para o Estudo e Protecção do Gado Asinino.

Alguns restaurantes de Montalegre estão agora certificados no roteiro gastronómico do concelho. Segundo o presidente da Câmara, Orlando Alves, o objetivo é que os clientes tenham a certeza que o que vão lá comer é genuíno.

Em 2020, o Campus da UTAD, em Vila Real, vai estar aberto a todos os que queiram usufruir das potencialidades ambientais e paisagísticas, como por exemplo o Jardim Botânico.

A exposição “Gaitas de Foles do Nordeste da Península Ibérica”, patente no Centro Cultural Municipal Adriano Moreira, em Bragança, prova que a cultura musical portuguesa e espanhola têm as mesmas raízes.

A mais recente exposição de Balbina Mendes, “O Rosto, Máscara Intemporal”, está patente no Museu do Abade de Baçal, em Bragança.

“Somos todos únicos e especiais”: esta é a principal mensagem do livro “APAD’ÍRIS, um amigo verdadeiro”. A história baseia-se na amizade entre a mascote da Associação de Pais e Amigos do Diminuído Intelectual, a APADI de Bragança, e um menino com Autismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *