Ovelhas a pastar no monte para prevenir incêndios

O pastoreio de ovelhas e cabras é um boa forma de prevenir incêndios | Foto: Eduardo Pinto

Pastorear o terreno com ovelhas para prevenir incêndios: é este um dos propósitos do projeto Open2Preserve, em que o Instituto Politécnico de Bragança está envolvido.

A experiência-piloto de pastoreio dirigido está já a ser desenvolvida em Vimieiro, no concelho de Mirandela.

O principal objetivo é estudar e demonstrar o efeito positivo do pastoreio dirigido na redução do risco de incêndio e conservação da biodiversidade em áreas de elevado valor natural, mais vulneráveis por causa do abandono rural, explica Alfredo Teixeira, professor e investigador do IPB:

Fernando Costa, pastor do rebanho com 170 cabeças de gado integrado no projeto em Vimieiro, garante que as ovelhas ajudam a limpar os terrenos por onde passam:

O projeto associa ao pastoreio dirigido, com ovelhas e cavalos, técnicas de fogo controlado ou limpeza mecânica.

Amândio Carloto, secretário técnico da Associação de Ovinos de Raça Churra Galega Bragançana, espera que o projeto, que se pretende que seja replicado no país e leve à criação de empresas, possa também contribuir para mudar a imagem da produção pecuária:

O projeto integra um total de 12 equipas europeias de Portugal, Espanha e França, e é financiado pelo FEDER em mais de 1,7 milhões de euros. Está programado que termine em 2021 mas as entidades esperam que seja prologado para melhor avaliar o impacto destas práticas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *