Notícias da Tarde | 15JUL19

Destaques desta edição de notícias:

Funcionários do Pingo Doce na cidade de Peso da Régua recusaram-se hoje a trabalhar de manhã em protesto pela “falta de segurança”, depois de desacatos verificados ontem que obrigaram à intervenção da GNR, segundo fonte dos trabalhadores.

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, destacou este fim de semana, em Vila Real, a restauração da Casa do Douro pública e de inscrição obrigatória, mesmo contra o que apelidou de “campanha terrorista” que foi movida contra a decisão da Assembleia da República.

Apenas 3% das máquinas de venda automática das instituições de ensino superior analisadas num estudo nacional disponibilizam aos estudantes fruta fresca, mas todas têm bolos, bolachas e chocolates.

Vão finalmente arrancar as obras da Escola Secundária de Macedo de Cavaleiros.
Um investimento de cerca de 600 mil euros. 85% são fundos comunitários, o resto é pago pela câmara. A intervenção deve arrancar até ao final do ano.

Izeda, no concelho de Bragança, comemorou este sábado 29 anos de elevação a vila e as preocupações com o possível encerramento da escola básica de 2.º e 3.º ciclos marcaram os discursos na cerimónia.

Cerca de 1600 ciclistas de 13 nacionalidades participaram ontem no Bragança Granfondo. A prova está cada vez mais internacional e lotou as unidades hoteleiras do concelho.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *