PSD de Mirandela contra suspensão do metro

Metro de Mirandela já não chega à estação do Cachão desde dezembro
Foto: Eduardo Pinto

O PSD de Mirandela considera errada a decisão da Câmara socialista de suspender a circulação do metro entre a cidade e o Cachão.

As viagens foram suspensas em dezembro do ano passado, porque estavam previstas obras para requalificar o troço de 13 quilómetros.

Meio ano depois, os trabalhos não começaram e a presidente do Município de Mirandela, Júlia Rodrigues, já admitiu que a suspensão podia ter sido adiada, Fernando Pires:

O presidente da concelhia do PSD de Mirandela, Paulo Pinto, critica a decisão da Câmara de Mirandela de suspender o metro:

O líder da concelhia social-democrata de Mirandela acrescenta que se o metro não voltar a circular, Júlia Rodrigues confere um duro golpe no legado autárquico de José Gama, mentor da sua implementação, há 24 anos.

Por Rádio Ansiães / Rádio Terra Quente

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close