Bispo de Vila Real suspende padre que foi pai

Bispo D. Amândio Tomás | Foto: Eduardo Pinto

O bispo da Diocese de Vila Real, D. Amândio Tomás, suspendeu o padre Heitor Antunes, que teve um filho de uma catequista com quem se envolveu quando esta era menor.

A história é contada pelo jornal digital “Observador”, que cita uma fonte ligada à Igreja.

O sacerdote em causa está emigrado no Canadá e exerce funções numa comunidade de emigrantes portugueses. O bispo já ordenou que regresse a Portugal e impediu-o de celebrar missas e sacramentos, enquanto decorre uma investigação interna.

Segundo o “Observador”, “o padre Heitor Antunes envolveu-se com uma rapariga de 14 anos na paróquia de Nogueira, Vila Real, e manteve uma relação com ela durante vários anos. Já maior de idade, a jovem acabou por engravidar. Apesar de ter resistido, o sacerdote acabou mesmo por registar a criança como seu filho”.

Qualquer eventual crime cometido pelo sacerdote já se encontra prescrito, pelo que um processo judicial se torna inviável, esclarece o diário.

Por Rádio Ansiães

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Close